sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

De Paula recorre para voltar e manda nota para imprensa



O coordenador do Gaeco do Paraná, promotor Leonir Batisti, acompanhou o oficial de justiça que entregou ao prefeito de Sarandi, Carlos Alberto de Paula (PDT), a decisão da Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, que decidiu afastá-lo do cargo por conta das investigações sobre eventuais fraudes em licitação. De Paula foi notificado por volta das 11h30, meia hora depois de o site do Ministério Público ter publicado a decisão do TJ.
O recurso que busca o retorno do prefeito ao cargo, sob a alegação de que não há nada irregular na licitação que o Gaeco investigava (que nem chegou a ser realizada), está sendo apresentado no TJ-PR pelo advogado Guilherme de Salles Gonçalves.
por Rigon
Nota Assessoria Imprensa de Sarandi:
O Prefeito de Sarandi Carlos Alberto de Paula Junior surpreende-se com a decisão de afastamento do cargo tendo em vista que nenhum erro ou irregularidade foi confirmado no processo licitatório.
O Prefeito Carlos de Paula está providenciando medida judicial cabível para o seu retorno ao cargo.

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Sarandi e Departamento Jurídico

Nenhum comentário:

Postar um comentário