quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Jovem atropelada por trem sofre nova cirurgia e segue internada


Ana Carolina F. Marinho ampliou o nível de amputação no pé esquerdo.
Segundo boletim médico, Ana Carolina está pronta para receber prótese


A estudante Ana Carolina Ferreira Marinho, de 25 anos, atropelada por um trem ao reagir um assalto próximo à estação Benjamim do Monte, em Campo Grande, na Zona Oeste, foi submetida a uma cirurgia nesta terça-feira (16) para ampliar o nível de amputação no pé esquerdo e segue internada no Hospital Pasteur, no Méier, Zona Norte do Rio de Janeiro
Segundo informou boletim médico, o procedimento, que durou quase três horas, foi bem sucedido. A nova amputação foi realizada ao nível das articulações de Chopart, altura do médio pé.

Segundo a ortopedista e chefe do Centro Cirúrgico do Pasteur, Lilian Dias: “O trauma sofrido (no pé) causa estragos nas partes moles do membro e, isso pode dificultar a oxigenação nas regiões periféricas. Nesses casos, é comum avaliarmos a evolução do processo e resposta do organismo a amputação. Ou seja, monitorar a irrigação sanguínea e a recuperação tecidual do local, para avaliar a necessidade de ampliar o nível dessa amputação. Com esse novo procedimento, o pé da paciente já está pronto, por exemplo, para receber uma prótese,” explicou a médica.
Conforme boletim médico, a cirurgia foi indicada após "criteriosa avaliação da junta médica do hospital e diversos exames laboratoriais e de imagem, que diagnosticaram a necrose no coto (extremidade) da ferida da amputação do pé esquerdo da paciente".

A paciente está lúcida, estável e respirando espontaneamente, sem ajuda de aparelhos. Não há previsão de alta hospitalar e as visitas a paciente permanecem restritas aos familiares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário