quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Marialva: CMD, por unanimidade, desaprova implantação de condomínio

O Conselho Municipal de Desenvolvimento de Marialva, na primeira reunião do ano, ontem à noite, posicionou-se contrário ao loteamento Diamond Green  Residence, iniciativa do Grupo Lyncorp Empreendimentos Ltda., que tem sede em Maringá. Há alguns meses, em seu site, a empresa vinha apresentando o condomínio e fazendo reservas (há denúncias de que vendas de lotes já teriam sido feitas, o que o grupo nega). Segundo a presidente do CMD, Fernanda Hernandes Volpato, a decisão desfavorável ao loteamento foi tomada por unanimidade – o CMD é formado por representantes do poder público e da sociedade civil -, após avaliar que o condomínio traria mais ônus que bônus para o município. A ata com a decisão do Conselho Municipal de Desenvolvimento foi registrada em cartório e encaminhada aos vereadores.

Com a decisão, dificilmente o loteamento se viabilizará, apesar de a câmara municipal ter poderes para alterar o plano diretor, pois a recusa representa uma postura técnica e da sociedade. No site do Lyncorp, que tem sede na avenida Nildo Ribeiro da Rocha em Maringá, há fotos retiradas da internet para ilustrar o empreendimento, anunciado como “o maior e mais bem estruturado condomínio do Paraná”. O condomínio irregular está sendo anunciado na zona rural, numa área de 120 alqueires. A Prefeitura de Marialva estuda notificar o Grupo Lyncorp por uso indevido do brasão do município, que tem levado pessoas a acreditarem que o loteamento está regular. O site também usa a logo do IAP. Propagandeia-se ainda, com os mesmos dados superficiais do loteamento em Marialva, o Condomínio Riacho Doce, ao fim da rua Carmem Miranda, em Maringá.
fonte:blog do RIGON

Nenhum comentário:

Postar um comentário