terça-feira, 8 de novembro de 2011

Sarandi se mobiliza para acabar com a violência

 O prefeito de Sarandi Carlos Alberto de Paula Junior se reuniu hoje (8), novembro na prefeitura, com a Polícia Militar, delegados, Associação Comercial de Sarandi e com o Conselho de Segurança Municipal, para tratar da segurança da cidade.
     Segundo De Paula, o município não pode continuar com um número tão elevado de homicídios é preciso que uma ação efetiva seja tomada já. ”Não podemos ficar de braços cruzados vendo a violência aumentar dia a dia. Temos que unir forças pra proteger a nossa comunidade, reuni os representantes de todas estas entidades para montarmos um plano de ação, que vamos por em pratica ainda hoje ”,explica o prefeito.
    Durante a reunião ficou decidido que o Quarto Batalhão de Maringá vai ajudar nas ações que serão feitas na cidade. A polícia vai fazer arrastões, batidas policiais e blitz, para inibir o comércio de drogas, que segundo a polícia é o grande responsável pelo número de homicídios. O governo do Estado já enviou para Sarandi mais 6 investigadores, que estão recebendo treinamento e logo estarão fazendo parte do efetivo. Sarandi tem hoje 7 investigadores na ativa.
    De Paula conta que a Rotam também vai fazer um trabalho mais ostensivo no município. E também está sendo ativada a Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu). Estas ações são operações conjuntas entre a Polícia Militar, Bombeiros, Conselho Tutelar, Secretaria do Meio Ambiente e fiscais da prefeitura de Sarandi. Nestas batidas são verificados desde o alvará de funcionamento até as condições sanitárias, sempre apoiadas pela policia.
    A guarda municipal de Sarandi vai trabalhar também em conjunto com a Polícia Militar, assim que os agentes que foram contratados através de concurso terminem as etapas do treinamento. “Nossa guarda municipal vai trabalhar armada, para poder ajudar a policia militar, nós temos que cobrar ações do governo, mas também temos que fazer a nossa parte. Nós vamos organizar um manifesto, com todas estas entidades que são responsáveis pela segurança na cidade, para sensibilizarmos o governo do estado, temos urgência não podemos esperar mais”, diz o prefeito.


Nenhum comentário:

Postar um comentário