sábado, 13 de agosto de 2011

CREA discute destinação e tratamento do lixo em Sarandi

Sarandi é o próximo município a receber a Agenda Parlamentar, programa desenvolvido pelo Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Paraná (CREA-PR), com o objetivo de melhorar a infraestrutura das cidades do Estado. A reunião será realizada na próxima terça-feira (dia 16), às14 horas, na Câmara Municipal de Sarandi.
Os dois principais temas que serão discutidos durante o evento são: resíduos sólidos e agricultura de baixo carbono. “Muitos aterros voltaram a servir como lixões e muitas cidades já foram multadas. Nosso estudo mostra a necessidade de lixões que possuam profissionais para gerenciar o processo. Outra sugestão é a união das cidades para montar um único aterro, isso viabilizaria a cobrança de taxas que englobem não só a coleta, mas também o tratamento e destinação final do lixo”, informa o presidente da Associação Maringaense de Engenheiros Agrônomos (AMEA), Osvaldo Dagnoni
Já o engenheiro civil Samir Jorge explica que a agricultura de baixo carbono é um mecanismo fantástico para fomentar o desenvolvimento de pequenas e médias cidades, onde o vínculo com o campo é muito grande. “Desenvolvemos o estudo para que recursos sejam viabilizados para a fixação do homem no campo. O objetivo é a geração de trabalho e renda. O governo federal possui este recurso, mas poucos conhecem”.Estes dois assuntos fazem parte da Elaboração dos Estudos Básicos de Desenvolvimento Regional (EBDR). 
Trata-se de um diagnóstico prático sobre a região, apresentando soluções para um tema comum a vários municípios. Ao todo o Paraná foi dividido em 21 centralidades e cada uma abordará temas distintos.
A EBDR, além de apresentar solução para algum determinado problema, irá trazer ao gestor opções de como obter recursos em fundos e programas do Governo.
Durante a Agenda Parlamentar, um representante da Caixa Econômica Federal irá ministrar uma palestra técnica, com o objetivo de apresentar aos gestores como é possível reduzir prazos de tramitação dos processos que utilizam recursos provenientes do Orçamento Geral da União (OGU), conseguindo obter esses recursos de forma mais ágil. 
 Agenda Parlamentar 
Nas edições anteriores, somados 2009 e 2010, cerca de 300 municípios do Paraná foram contemplados com o programa. O objetivo, agora, é abranger os 399 municípios. Além disso, simultaneamente, buscar envolver todo o poder público: vereadores, deputados, senadores, governadores, prefeitos, secretários e ministros. O que antes não acontecia, já que se envolviam no programa apenas autoridades políticas municipais.

Fonte:Textual Comunicação 
Jornalistas responsáveis: Giovana Campanha e Vanessa Bellei
(44) 3031-7676
Gerente regional: Edgar Matsuo Tsuzuki




Nenhum comentário:

Postar um comentário