domingo, 24 de julho de 2011

Governo convoca Conferência de Políticas Públicas de LGBT

O governador em exercício Flavio Arns assinou, nesta sexta-feira (22), o decreto que convoca para o período de 7 a 9 de outubro de 2011 a II Conferência Estadual de Políticas Públicas e Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais – LGBT. A cerimônia foi realizada no Palácio das Araucárias, com a presença de dirigentes de sete organizações não-governamentais e de representantes do governo estadual. Governo e sociedade se reunirão para avaliar e propor diretrizes de combate à discriminação e à violência, e para a promoção dos direitos humanos e da cidadania da população LGBT no Paraná. A conferência estadual, que será realizada em Curitiba, precede a nacional, convocada pela presidente Dilma Rousseff para os dias 15, 16, 17 e 18 de dezembro, em Brasília.
O governador Flávio Arns ressaltou a importância da organização da sociedade para a concretização de seus objetivos. “As políticas públicas têm que estar claramente descritas na legislação, com previsão no orçamento, de forma a concretizar o pensamento de que todos são seres humanos. Cidadania, dignidade e respeito é o que queremos para todos e todas no Paraná”, disse.
A secretária da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Maria Teresa Uille Gomes, classificou o momento como uma data histórica e ressaltou a importância de que as políticas propostas sejam incluídas na lei de diretrizes orçamentárias e nos planos diretores dos vários setores do governo. “É importante que esta temática seja discutida e que seja assegurado o respeito pelo direito à liberdade, à igualdade e à dignidade das pessoas”, disse.
O presidente da Associação Brasileira Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais, Toni Reis, reforçou o caráter histórico do encontro. “É a primeira vez que nós somos recebidos oficialmente pelo governador e isso é importante. Nosso Estado ainda é muito conservador, mas tem muito respeito. É isso que nós queremos. Respeito é fundamental para todos e todas, independente da orientação sexual e da identidade de gênero”, disse.
O secretário da Saúde, Michele Caputo Neto, foi representado pela chefe de gabinete Maria Goretti David Lopes. O coordenador da Agência Goiana do Sistema de Execução Penal, Edílson de Brito, em visita ao Paraná, acompanhou a secretária da Justiça.
Participaram do evento os dirigentes do Grupo Dignidade David Harrad e Rafaelly Wiest; do Centro Paranaense da Cidadania, Alberto Schmitz Segundo; da Associação Paranaense da Parada da Diversidade, Bárbara Bueno; do Transgrupo Marcela Prado, Carla Amaral e Sabrina Mab; da ONG Dom da Terra, Márcio Marins; da Associação Paranaense de Lésbicas-Artemis, Siyrdária Mesquita; e do Grupo Geledés, Helena Hemetério.

Nenhum comentário:

Postar um comentário