quinta-feira, 30 de junho de 2011

Campanha da Primeira Dose do Antibiótico começará este mês nas UBS

A Pastoral da Criança, em parceria com o Ministério da Saúde e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), estão lançando a campanha Primeira Dose do Antibiótico.
O objetivo da campanha é orientar os gestores municipais de saúde, e principalmente a sociedade, sobre a importância de ministrar a primeira dose de antibiótico nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) logo após a consulta, em especial nos casos de tratamento de infecções respiratórias em crianças.
Em muitos municípios, a mãe recebe o medicamento na Unidade Básica de Saúde, depois da consulta, mas só oferece a primeira dose para a criança ao chegar em casa, horas mais tarde. Em outras situações precisa buscar os medicamentos da receita em uma Unidade Central de Medicamentos, desperdiçando horas de tratamento que podem piorar a situação das crianças e levar a internamento hospitalar evitável ou, o que é pior, a morte da criança.
Além da criança medicada precocemente ter mais chances de ser curada, o fato da primeira dose de antibiótico ser dada na frente da mãe, com as devidas explicações, leva a um maior conhecimento sobre como preparar o medicamento, dar nas horas adequadas e seguir o tratamento até o fim para que não ocorra um recaída ou resistência dos micróbios ao antibiótico.
A Pastoral da Criança propõe que todas as dificuldades sejam superadas para que exista o acesso à primeira dose do antibiótico logo após receitado na UBS, em especial nos casos de tratamento de infecções respiratórias agudas (pneumonia) em crianças. Esta iniciativa poderia evitar a morte anual de cerca de 4.500 mil crianças menores de 5 anos no Brasil.
Mais informações: (44) 32279912 - Leilane Rodrigues Garnica Wesselovicz, Coordenadora Diocesana da Pastoral da Criança.
Noel Guima – Assessor de Comunicação
Pastoral da Criança – Arquidiocese de Maringá

Nenhum comentário:

Postar um comentário