segunda-feira, 23 de maio de 2011

Prefeito de Mandaguari Cileninho comemora fim de interurbanos na região de Maringá


O prefeito Cileninho, de Mandaguari, comemorou a boa notícia da semana. As operadoras de telefonia que atuam na região de Maringá anunciaram a conclusão do processo de integração das cidades que fazem parte da Região Metropolitana de Maringá (RMM). E tem motivos de sobra para comemorar, já que foi uma das suas lutas no ano passado, quando presidiu a Amusep (Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense) ao lado do então coordenador da RMM, Renato Cardoso Machado e do Codem (Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá), através do presidente Luiz Fernando Ferraz.
Uma reunião realizada na sede da Amusep no dia 25 de junho de 2010, foi importante para que o projeto fosse acelerado. Na oportunidade foi discutida a implantação de tarifa local (conurbada) entre os municípios que fazem parte da RMM.  Estavam presentes o prefeito Cileninho, o coordenador da RMM, Renato Cardoso Machado, o presidente do Codem, Luiz Fernando Ferraz, o presidente da Redetelsul (Associação Nacional das Empresas de Soluções de Internet e Telecomunicações), Marcelo Siena e o gerente executivo da entidade, Cesar Rael. “Apoiamos qualquer iniciativa que beneficie nossa e região e não poderia se diferente neste caso, já que esta e outras causas, como o transporte integrado, por exemplo, são de fundamental importância para o desenvolvimento da região”, frisou Cileninho naquele dia.
Agora os municípios da região de Maringá poderão se comunicar entre si sem pagar ligação interurbana. Além de ligalões mais facilitadas, Cileninho lembra da grande vantagem. “A conta deverá ficar mais barata para quem usar o telefone para se comunicar com outras cidades, mais um passo importante que fazia parte do nosso projeto de integração na Amusep, restando agora a questão do transporte”, ressaltou o prefeito.
O ex-coordenador da RMM, Renato Cardoso Machado, que coordenou uma campanha em favor da integração durante a consulta pública realizada pela Anatel, em meados do ano passado, disse ao jornal O Diário de Maringá que a decisão do órgão regulador proporciona uma economia de milhões de reais por ano para os moradores das 57 comunidades da região de Maringá.
Até agora, os moradores da RMM são obrigados a fazer interurbano para falar com municípios vizinhos, mas com a nova medida passarão a pagar apenas chamadas locais. Até então, somente as cidades de Mandaguaçu, Paiçandu, Marialva e Maringá podiam se comunicar com Maringá sem a necessidade da discagem do DDD 44, mas, mesmo assim, para comunicar-se entre si havia a necessidade de pagamento de interurbano.
Esta mudança recebida com satisfação em toda região é resultado de uma Resolução da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que beneficiou moradores de 560 municípios de 39 regiões metropolitanas brasileiras. No caso da RMM serão beneficiados 22 municípios da Área 44, seus distritos e agrupamentos rurais, totalizando 57 comunidades. Ficaram de fora os municípios de Jandaia do Sul, Cambira e Bom Sucesso, que são da Área do Código de Discagem à Distância (DDD) 43 – região de Londrina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário