quarta-feira, 20 de abril de 2011

Marialva colherá mais de 22 toneladas de uva na safra de inverno

Os viticultores de Marialva iniciaram a colheita da safra de inverno 2011 de uva fina de mesa. A expectativa é de que sejam colhidas cerca de 22,5 mil toneladas da fruta durante os próximos três meses. O município participa com 50% da produção de uva fina do Paraná.
As principais variedades cultivadas são Itália, Rubi, Benitaka e Brasil. No início da safra a comercialização está girando em torna de R$ 2,70 o quilo do produto. Segundo levantamentos, a produtividade média é de 15.000 kg por hectare.
De acordo com o Secretário de Agricultura, Meio Ambiente e Turismo, Valdinei Cazelato, no início do ano ocorreu muita chuva, mas agora com a normalidade nas precipitações atmosféricas a uva atingiu uma excelente qualidade, as bagas e a coloração estão uniformes e o teor de doçura é ideal. “As condições climáticas favoreceram para o bom desenvolvimento dos frutos”, afirmou.
Para o agricultor Idair Bortolaci, que trabalha há 10 anos produzindo uva quase de maneira artesanal, esta safra está sendo uma das melhores dos últimos tempos. “A uva é excelente negócio. Além de empregar toda a minha família, estamos comercializando o produto por um bom preço, o que faz com que tenhamos uma ótima renda, proporcionando qualidade de vida a todos nós”, disse ele.
Os principais centros consumidores do produto são: São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Goiás, Mato Grosso e Rio Grande do Sul.
O cultivo da uva fina em Marialva teve início na década de 60 com apenas um hectare cultivado pelas famílias Yamanaka e Wakita. Hoje o município tem 1,5 mil hectares em produção, envolvendo 850 propriedades e 1.100 famílias, entre proprietários e parceiros agrícolas.
Maiores informações: (44) 3232 8354.

Nenhum comentário:

Postar um comentário