segunda-feira, 25 de abril de 2011

1º de maio: Romaria do Trabalhador será em Sarandi e vai lembrar tema da Campanha da Fraternidade e beatificação de João Paulo II

Participantes irão lançar manifesto cobrando melhorias no transporte público na Região Metropolitana de Maringá
A 22ª Romaria do Trabalhador da Arquidiocese de Maringá será realizada no dia 1º de maio em Sarandi. A concentração será na Capela Sagrado Coração de Jesus, da Paróquia Nossa Senhora da Esperança, local conhecido popularmente como Km 115.
A 22º Romaria do Trabalhador terá como tema “A dor do trabalhador será de parto ou de agonia? Vai depender só de nós”, com início às 13h e termino às 17h. O evento vai desenvolver-se em cinco momentos:

1º momento: a partir das 13h, concentração e acolhida no Km 115;
 2º momento: a partir das 13h40; o objetivo é ver a realidade dos trabalhadores e trabalhadoras da região de Maringá. A preparação será feita pela Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus, que vai apresentar a realidade por meio de uma apresentação teatral.
 3º momento: a partir das 14h a procissão sairá do Km 115 até a Praça da Paróquia Nossa Senhora das Graças. Durante a caminhada serão apresentadas pistas para ação perante a realidade apresentada. Este momento será preparado pelas paróquias São Silvestre, São Miguel Arcanjo e São Bonifácio, que farão cartazes, reflexões e cantos a partir da Palavra de Deus e do Documento do Papa João Paulo II (Laborem Excersens – Exercício do Trabalho).
 4º momento: a partir 15h45, concentração na Praça da Paróquia Nossa Senhora das Graças. Na concentração inicial será feito o sorteio de bicicletas, como forma de incentivar o meio de locomoção considerado ecologicamente correto. Haverá também a  apresentação de algumas ações concretas.
Sob coordenação da Paróquia São Paulo Apóstolo esta etapa será marcada pela apresentação de uma música feita a partir do tema da Romaria, além de outras ações de conscientização como a palavra de uma Cooperativa e a leitura de um manifesto reivindicando um olhar mais atendo para o Transporte Público da Região Metropolitana de Maringá.
O manifesto, que será entregue aos poderes Legislativos e Executivos de Sarandi, Maringá e Paiçandu, também vai cobrar ações para a implantação de uma ciclovia que ligue as três cidades. A partir deste ato será lançado um abaixo assinado reivindicando melhorias do transporte público na Região Metropolitana e a construção da ciclovia.
5º momento: O evento será encerrado com santa missa presidida pelo Arcebispo de Maringá, Dom Anuar Battisti. A celebração será preparada pela Paróquia Nossa Senhora das Graças.
Entrevistas pode ser agendadas com o padre Sidney Fabril, coordenador da Ação Evangelizadora da Arquidiocese de Maringá: 9118 4069

Nenhum comentário:

Postar um comentário