quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Silvio Barros representa Brasil no Fórum Social Mundial

O prefeito Silvio Barros vai representar os prefeitos do Brasil na 9ª Assembléia Geral da FAL – Fórum de Autoridades Locais pela Inclusão Social e Democracia Participativa, que será realizada em Dakar, no Senegal, no próximo dia 8 de fevereiro. O evento integra a programação do Fórum Social Mundial, que reúne lideranças de vários países de 6 a 11 de fevereiro.
Silvio Barros vai representar a Frente Nacional dos Prefeitos, a convite dos organizadores do evento. O Fórum de Autoridades Locais é uma rede internacional de governos municipais aberta a participação de movimentos sociais identificados com o Fórum Social Mundial.
A proposta do FSM é ampliar o debate democrático de ideias, aprofundamento da reflexão, formulação de propostas, troca de experiências e articulação de movimentos sociais, redes, ONGs e outras organizações da sociedade civil que atuam pela construção de um modelo mais humano de sociedade, a partir das comunidades locais. O Fórum Social Mundial se caracteriza também pela pluralidade e pela diversidade, tendo um caráter não confessional, não governamental e não partidário.
A Assembléia Geral da FAL centra os debates em torno da inclusão social e democracia participativa com o envolvimento dos movimentos sociais bem como ampliar a capacidade de intervenção política dos governos municipais. Sempre atuando de forma local, a partir das comunidades.
Criado em 2001 durante o primeiro Fórum Social Mundial, realizado em Porto Alegre, o FAL lançou o desafio às autoridades municipais. A meta é abrir espaço para as políticas públicas democráticas no combate à exclusão social, na distribuição da riqueza e do poder, na construção de uma cultura de paz e solidariedade para um desenvolvimento sustentável e de respeito aos direitos humanos.
A escolha do prefeito Silvio Barros para representar os gestores municipais brasileiros na Assembléia Geral da FAL se deve a experiências de Maringá em diversos projetos, como as Hortas Comunitárias e o Observatório Social. São projetos premiados e exemplares dentro da proposta de inclusão social e democracia participativa do evento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário