quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Sanepar investe R$ 2,8 milhões no sistema de esgoto de Mandaguari


A Sanepar começou as obras de reforma e ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Mandaguari, no noroeste do Estado, onde estão sendo investidos perto de R$ 2,8 milhões, com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
A obra deverá gerar cerca de 70 empregos, entre diretos e indiretos, beneficiando aproximadamente 5 mil pessoas. Segundo o último censo, a população urbana de Mandaguari é de 30.950 habitantes.
Além da reforma e implantação de novas unidades na ETE, também serão construídos um captador final de esgoto para envio à unidade de tratamento, com 259 metros de extensão, travessia aérea sobre o Ribeirão Tabatinga, rede coletora e 914 ligações de esgoto no Jardim Progresso.
ATENDIMENTO – De acordo com o diretor de Investimentos da Sanepar, João Martinho Cleto Reis Júnior, após a conclusão das obras, prevista para junho de 2012, a estação estará preparada para atender outros bairros das regiões norte e noroeste da cidade, como Jardim Marumbi, Jardim Delgado, Lorena e Jardim das Torres. “O investimento vai proporcionar mais saúde aos cidadãos, contribuindo para a melhoria na qualidade de vida e a preservação do meio ambiente”.
O sistema de esgotamento sanitário de Mandaguari conta com três estações de tratamento, 54,7 quilômetros de rede coletora e 5.918 ligações. Atualmente, 100% da população é atendida com água tratada pela Sanepar e cerca de 60% dos moradores são beneficiados pelo serviço de esgoto. Com a ampliação do sistema este índice será elevado para aproximadamente 70%, percentual superior ao recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para cidades com população até 50 mil habitantes, que é de 65%. Até o final da implantação o índice deverá ultrapassar  os 80%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário