quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Procurador Jurídico da Prefeitura de Marialva conquista Prêmio Innovare 2010

Dr. Bruno Grego dos Santos venceu na categoria Advocacia. Prática: Transação Extrajudicial Desburocratizada no Âmbito da Administração. Na foto, Ministro Gilmar Mendes (Supremo Tribunal Federal), Procurador Bruno Grego dos Santos (vencedor categoria Advocacia), Roberto Irineu Marinho (Organizações Globo), Ministro Carlos Ayres Brito e Ministro Dias Toffoli (Supremo Tribunal Federal).

O Advogado marialvense e Procurador Jurídico da Prefeitura de Marialva, Dr. Bruno Grego dos Santos foi um dos vencedores da 7ª edição do Prêmio Innovare. O anúncio aconteceu na última sexta-feira, 03 de dezembro, em Brasília.
A cerimônia de premiação aconteceu no Salão Branco do Supremo Tribunal Federal, em Brasília. Com dois temas centrais: Justiça sem burocracia e acesso do preso à Justiça, o Innovare premiou seis práticas de estados como Paraná, Brasília, Ceará e Minas Gerais, além de entregar placas de menções honrosas, que contemplaram mais de dez estados brasileiros.

As práticas inscritas foram visitadas por consultores especializados e posteriormente julgadas por notáveis do mundo jurídico e acadêmico nacional. A escolha buscou valorizar práticas que, no âmbito do tema, se revertem em benefício direto à população.
De acordo com Dr. Bruno, é papel do Jurista buscar soluções inovadoras, em contraponto às fórmulas já consagradas. “Construir uma justiça rápida e eficaz é muito mais que nosso intuito, é nosso dever”, comenta.
Em 2010, 113 práticas foram inscritas na categoria advocacia, 87 em juiz, 48 em Ministério Público, 34 em Prêmio Especial, 33 em Defensoria Pública e 25 em Tribunal. Os vencedores foram contemplados com R$50.000,00, além der terem suas práticas disseminadas para outras regiões pela equipe difusora do Prêmio, composta por ministros, advogados renomados, juízes, promotores de justiça e diretores do Instituto. Apenas a categoria Tribunal não recebeu premiação em dinheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário