quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Maringá terá mais 564 unidades do programa Minha Casa, Minha Vida

Prefeitura, Caixa Econômica Federal e quatro empresas privadas assinaram nesta quarta-feira (29), contrato para a construção de mais 564 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida, em Maringá. São 148 casas e 416 apartamentos, num investimento de R$ 40,8 milhões que vai beneficar famílias com renda de até seis salários mínimos.
A assinatura dos contratos, realizada na Prefeitura, seguiu solenidade nacional onde o presidente Luiz Inácio Lula da Silva liberou mais 100 mil unidades e entregou simbolicamente um milhão de moradias do programa Minha Casa, Minha Vida em vários municípios do País.
Para Maringá serão liberadas 256 unidades para famílias com renda até três salários mínimos e 308 unidades para famílias com rendimento entre três a cinco salários. “Os dois projetos vão atender duas faixas com grande demanda”, explicou o secretário de Habitação, Gilberto Delgado.
As 256 unidades serão de apartamentos, construídos em área próxima aos conjuntos Três Lagoas e Atenas 2. Serão outros 160 apartamentos no Jardim Sumaré e 148 casas no Cidade Alta. O prefeito Silvio Barros agradeceu a equipe da Caixa Econômica pelo esforço em viabilizar mais unidades habitacionais e em especial as construtoras responsáveis pelas obras – CCP, CCII, Sial e Provectum, que aceitaram assumir obras de grande alcance social.

Nenhum comentário:

Postar um comentário