domingo, 24 de outubro de 2010

TREM PÉ VERMELHO


COMENTARIO DO LEITOR
Apresento a seguinte sugestão para o "Trem Pé Vermelho".
Devemos trazer para o norte do Paraná um Metrô de superfície entre Arapongas/Londrina/Ibiporã com trens leves e rápidos (bitola larga) e um outro Metrô independente entre Apucarana e Maringá. Seria a solução do transporte público para estas regiões. Este trem convencional à diesel que hoje usamos não dá mais certo. Se os ônibus já são demorados imaginem o trem diesel bitola estreita? E outra que são duas regiões distintas. Os deslocamentos (em sua maioria) acontecem em setores diferentes. Quem mora em Rolândia utiliza mais os serviços e comércio de Londrina, onde tambem muitos trabalham. No sentido Maringá dificilmente vão utilizar. Da mesma forma as pessoas que moram em Apucarana dificilmente se deslocarão para estas finalidades em Londrina, mas sim Maringá.


José Carlos Farina - advogado - Rolândia - Pr.

Um comentário:

  1. Olá,

    Sobre o trem regional, já foi noticiado que o mesmo não utilizará a linha de bitola estreita atual. Sobre a mesma faixa, paralelamente, deverá ser construída uma nova linha, que possibilita maiores velocidades.
    E sobre os trens em si, definitivamente não serão do tipo vagões aço/carbono tracionados por locomotivas diesel-elétricas. Mas sim, trens modernos do tipo TUD, trem unidade diesel ou TUE, trem unidade elétrico, que desenvolvem maiores velocidades (150 km/h). Como referência, podemos citar os trens dos modelos Siemens Desiro ou Alstom Coradia.

    abraços

    ResponderExcluir