quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Político humanizado um sonho que pode ser real!

Politicamente falando acredita-se que somente será possível um novo Brasil se todos os cidadãos forem membros economicamente ativos e conscientes de seus direitos e deveres, e cidadãos participativos na política. Isso só será possível através da conscientização política do que realmente deve ser feito pelo cidadão.

Numa sociedade, sujeitos saudáveis poderão sentir que cuidando de si mesmos e de suas coisas (do seu eu) e cuidando dos outros e do que pertence aos outros (do deles), irão iniciar um processo afetivo caracterizado pelo surgimento do nós, entidade que engloba todos os sujeitos de uma mesma sociedade numa comunidade. O desejo de cuidar de si, do outro e do nós desperta em sujeitos saudáveis a noção de solidariedade e de cidadania, que é o ato de cuidar da cidade onde a sociedade se assenta.

Nisso consiste a ética das relações entre as pessoas: quanto melhor o outro estiver alimentado, trabalhando, estudando ou sendo ensinado, etc. --, melhor todos estarão. Valorizar a própria vida, o cuidado pessoal, é poder ter a noção do valor da vida do próximo.

Não se ensina o cuidado, mas cria-se o desejo de cuidar. É o ato maior de cidadania, pois despertar em alguém o desejo de cuidar é inaugurar no espírito desse sujeito a importância e o prazer do ato voluntário, do ato que simboliza a vontade de cuidar.

Existe, portanto, num sujeito que tem prazer em ser cuidador, a presença do respeito ao outro, do sentimento de importância que o outro tem num contexto social, numa comunidade.



“Aprender a ser , a fazer, a conhecer a viver em grupo, constituem aprendizagens

indispensáveis que devem ser perseguidas de forma permanente pela política

 de todos os países. ”

                                                                                                                    
Por: Heliane R. de Faria

Nenhum comentário:

Postar um comentário