terça-feira, 20 de julho de 2010

Produtores de mandaguari conhecem normas do programa Compra Direta


Durante reunião realizada nesta semana no novo escritório da Emater, os agricultores familiares de Mandaguari conheceram melhor as normas do programa Compra Direta, efetivado no município através de parceria envolvendo a APMI (Associação de Proteção à Maternidade e a Infância), Secretaria Municipal da Educação, Emater, Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Promoção Social (STEP) e Prefeitura. O vice-prefeito Cláudio Fachini participou do encontro.
Cerca de 50 produtores participaram do encontro, que serviu para que fossem repassadas informações sobre as normas e documentação necessária para que participem do programa, no segundo semestre deste ano de durante todo o ano de 2011. “Já trabalhei como extensionista da Emater e acredito que este programa é um dos mais importantes para a agricultura familiar e espero que continuemos fornecendo produtos de qualidade para a merenda escolar e para as entidades de Mandaguari”, ressaltou Fachini.

Por outro lado, a SETP tem realizado encontros microrregionais do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) - Compra Direta, em todo o Paraná. O objetivo é preparar as entidades e agricultores para o recebimento do benefício em 2010. O Governo do Paraná e o Governo Federal, através do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) têm R$ 23 milhões para a execução do programa, sendo R$ 18,4 milhões do governo federal e R$ 4,6 milhões de contrapartida do Estado.

Os objetivos do PAA são complementares a alimentação preparada e ofertada em instituições sociais para famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social ou insegurança alimentar e nutricional; fortalecer a agricultura familiar por meio da geração de renda e promover o desenvolvimento local pelo escoamento da produção no próprio município.

Desde sua criação, em 2003, já foram beneficiadas mais de 2.791.023 pessoas em situação de risco social, nutricional e alimentar. Nestes sete anos de programa, já foram investidos no Paraná R$ 42,7 milhões para a compra de 25,1 mil toneladas de alimentos destinados às pessoas em insegurança alimentar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário