segunda-feira, 12 de abril de 2010

Vereadores de Maringá discutem projeto que proíbe “pulseiras do sexo”

O projeto que proíbe o uso de pulseiras coloridas, conhecidas como
“pulseiras do sexo”, nas instituições de ensino de Maringá será

discutido pelos vereadores em regime de urgência na sessão desta

terça-feira. A proposta, de autoria do vereador Luiz do Postinho, com

urgência a pedido do vereador Dr. Heine Macieira, prevê ainda que o

acessório não poderá ser vendido ou distribuído para menores de 18 anos

e estipula multas e até a cassação do alvará do estabelecimento que

desobedecer a lei.

O uso das pulseiras vem sendo discutido e proibido em várias cidades do

Brasil por causa dos riscos a que expõe quem as utiliza

Um comentário:

  1. Há um site que traz notícias diárias sobre Vereadores e Câmaras. Eu me cadastrei e recebo notícias todos os dias. O site é www.vereadores.net

    ResponderExcluir