sexta-feira, 16 de abril de 2010

DESPERDÍCIO ZERO

O secretário municipal de Meio Ambiente de Maringá, Diniz Afonso, participa desde a manhã desta quinta-feira (15), em Foz do Iguaçu, de um encontro com representantes do G22 – grupo composto por gestores ambientais dos 22 maiores municípios do Paraná, responsáveis por 80% da geração de resíduos sólidos no Paraná, ou seja, 20 mil toneladas por dia.
Com apoio do Programa Desperdício Zero – que tem como meta reduzir em 30% o volume de lixo gerado no Paraná – esses municípios estão desenvolvendo ações para recolhimento e destinação de diversos tipos de resíduos e gerando emprego e renda.

“Este encontro é fundamental para o desenvolvimento do plano municipal de gerenciamento de resíduos em Maringá, que leva em consideração o sistema de logística reversa, ou seja, a retirada do meio ambiente ou reaproveitamento de produtos usados e embalagens pelo próprio fabricante”, explica Diniz Afonso.

Na abertura do encontro o novo secretário estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Jorge Augusto Callado Afonso, destacou que ações como essas transformam problemas em oportunidades. “Nosso objetivo é buscar soluções conjuntas e auxiliar os municípios no processo de implantação da coleta seletiva, que representa um reforço para os princípios da sustentabilidade ambiental”, declarou.

O objetivo das discussões, que vão até o final da tarde desta sexta-feira (16), é auxiliar os municípios no processo de capacitação e mapeamento dos resíduos dos grandes geradores do mercado, garantindo o escoamento sustentável da produção, gerando emprego e renda. Em contrapartida, os fabricantes apresentam projetos de recolhimento e destinação, apoiando iniciativas locais.

O Programa Desperdício Zero propõe parcerias com fabricantes de resíduos como tintas, pneus, pilhas e baterias, lâmpadas, plástico, vidro, gesso, tetrapak, fabricantes de óleos lubrificantes e produtos de limpeza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário